A comunicação faz parte da nossa vida desde bem antes de entendermos exatamente o que é linguagem. Os bebês podem não ter controle do que eles querem falar, mas nós, enquanto seres que já estão inseridos em uma cultura e em uma sociedade – por meio da linguagem – sempre buscamos compreender aquele choro mais agudo ou mesmo alguns barulhinhos que os pequenos fazem. Com nosso desenvolvimento humano, se comunicar passa por vários caminhos que não apenas a linguagem verbal falada, mas também a linguagem escrita. O que nos leva ao tema desse artigo: a redação. Existem muitos cursos online sobre o assunto, mas iremos focar em um específico, no caso o curso online redação oficial.

No ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio) a redação sempre ganha bastante destaque já que ela sozinha tem o valor de uma prova dos conhecimentos específicos (Matemática e suas tecnologias, por exemplo) com 1000 pontos sendo distribuídos. Isso significa que, em termos gerais, o texto feito vale 20% da nota que o estudante pode tirar (essa conta não leva em consideração o método TRI – Teoria de Resposta ao Item – adotado pelo Ministério da Educação), o que desperta a necessidade de sabermos como fazer uma boa redação. Durante o ensino fundamental e médio aprendemos que existem quatro tipos de texto e nesse artigo iremos te falar sobre um que pode não ser explorado no sistema de ensino básico e os cursos online são uma ótima maneira de você saber mais sobre o assunto. Leia nosso artigo e entenda o que é a redação oficial. Nossa dica é que você invista em um cursos online com certificado, porque isso é uma garantia de que seu aprendizado sobre o assunto tem a qualidade necessária para o mercado de trabalho.

Os tipos de textos e como a redação oficial se difere deles

No parágrafo anterior dissemos que é comum durante o ensino fundamental e médio aprendermos que existem quatro tipos de texto:

  • Texto narrativo;
  • Texto descritivo;
  • Texto dissertativo (que se divide em expositivo e argumentativo);
  • Texto explicativo (que se ramifica entre os textos injuntivos e prescritivos).

Antes de falar especificamente da redação oficial e de que forma você pode aprender mais sobre ela, é importante passarmos pelos textos citados acima para que a concepção do assunto principal deste artigo fique mais clara.

Texto narrativo

O texto narrativo é aquele que conta uma história. Os romances que lemos nas bibliotecas, depoimentos de pessoas que nos aparecem no feed de nosso Facebook, os contos e mesmo as fábulas são exemplos desse texto. Aqui não há a necessidade de se ter uma verdade no que se diz, o que significa falar que abrimos espaços para ficções, histórias inventadas que não se relacionam necessariamente com o mundo real. A sensação que se tem depois de estar com a redação pronta de um texto narrativo é que conseguimos passar para o leitor aquela história que queríamos contar no início.

Texto descritivo

Sem muita dificuldade de entendimento, o texto descritivo é o que faz exatamente o que seu nome sugere: descreve. Pode ser a descrição de um personagem, de um objeto, um cenário, uma cena que está acontecendo. Não existe a necessidade da descrição ser objetiva, distanciada e feita somente como terceira pessoa, mas também pode ser subjetiva. Ou seja, isso significa que quando o autor descreve, ele pode escolher falar do estado de espírito de um personagem, por exemplo, e não necessariamente de características físicas. Comumente a redação pronta (nesse artigo usamos redação tanto quanto o ato de redigir quanto o resultado da escrita) de um texto descritivo não se faz sozinha e encontramos esse tipo de texto dentro de outros, como fazendo parte de uma narrativa.

Texto dissertativo

Dissertar sobre algo significa dizer alguma coisa sobre aquilo que está em evidência ou então deseja-se evidenciar. Como dissemos anteriormente o texto dissertativo pode ser expositivo ou argumentativo. O texto dissertativo-expositivo é aquele que expõe sem a necessidade de convencer. Ele não precisa trazer uma argumentação, já que a finalidade dele é apenas mostrar um ponto de vista. Podemos encontrar esse texto em jornais que buscam por neutralidade jornalística, já que muitas vezes acabamos por esbarrar em um texto dissertativo-argumentativo dentro dessa mídia. Isso significa que os argumentos usados aparecem mais e levam o leitor a concordar ou descordar (depende do objetivo daquela redação) com o autor. O texto dissertativo-argumentativo é aquele que deve ser usado no ENEM, então se você tem alguma dúvida de como começar uma redação para esse exame, esteja ciente de que os avaliadores não esperam uma narrativa (a dica é você procurar muitos cursos EAD que te ajudem nessa empreitada e aprender como acertar para a prova).

Texto explicativo

O texto explicativo tem como objetivo exatamente o que o seu nome sugere. Sabe quando queremos dar instruções para o leitor e precisamos que ele siga passo a passo aquilo que estamos escrevendo? Temos um texto explicativo. O que o deixa mais curioso é que ele se diferencia entre aquele texto explicativo injuntivo e o prescritivo. Injunção significa o ato ou efeito de ordenar, dar ordens claras e precisas para alguém. Encontramos isso em receitas culinárias, por exemplo, bem como em bulas de remédio. Nesses casos, devemos seguir o que nos é dito porque aquele autor nos dá uma ordem e caso façamos algo que não está dentro do escopo que ele nos repassa, podemos ter consequências que não esperamos. Já o texto explicativo-prescritivo diz respeito mais à prescrições. Aqui, contudo, não falamos de prescrições médicas, mas sim daquelas que têm caráter de lei, contrato, cláusula.

O que é a redação oficial e como ela pode te ajudar

Um curso online de redação oficial não passa por todos os tipos de textos, mas ter bem formado em nossas cabeças quais são cada um deles facilita para o aluno no momento em que ele se pergunta como começar uma redação oficial (claro, para aumentar seu conhecimento sobre o universo desse assunto, recomendamos que faça cursos à distância que ensinam sobre técnicas de redação, por exemplo). Segundo o site da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (ALSP), a redação oficial se caracteriza por ser todo ato normativo que parte do poder público, seja de um país, estado ou mesmo município. Se prestarmos bem atenção há uma palavra nessa definição que nos conta quase tudo o que precisamos saber: normativo.

Quando falamos de redação oficial estamos dizendo sobre normas, ou seja, aquilo que é estabelecido por um sistema maior do que nossa individualidade enquanto pessoas sociais. Com essa característica conceituada, começamos a pensar que tipo de voz essa redação precisa ter. Se em um texto narrativo é permitido que o gênero da ficção se faça presente, o mesmo seria possível na redação oficial? Como fazer uma boa redação oficial? A primeira resposta que você precisa receber é: busque por formalidade e uniformidade em seu texto. Quando fazemos cursos online sobre política percebemos a importância de buscar uma comunicação que não deixa espaço para dúvidas, que seja mais afirmativa em suas proposições. No próximo tópico iremos explorar as características essenciais que precisam contar em um curso online de redação oficial para que você saiba como redigir.

curso redação oficial

O que um bom curso online de redação oficial precisa te ensinar

Comunicar-se é muito mais do que usar a norma culta ortográfica para escrever ou falar. Quando a linguagem é o foco, como é a partir do momento que falamos sobre comunicação, a gramática não tem um destaque tão grande, já que o que interessa na relação comunicativa entre duas ou mais pessoas é se houve o entendimento da mensagem que foi passada. Por outro lado, quando falamos sobre a redação oficial, a norma culta da língua se faz extremamente necessária. Um bom curso online de redação oficial deixa isso bem claro e é isso que vamos ver nos tópicos abaixo sobre as características fundamentais de uma redação oficial.

Caráter de impessoalidade

Pense em um texto narrativo: ele é livre para que você escreva do modo como algum personagem fala. Isso inclui adicionar palavras fora da norma culta e, mais do que isso, dar uma personalidade para quem está em cena. Algo parecido acontece em um texto dissertativo-argumentativo, em que os argumentos contidos na redação apontam para o autor daquele texto (isso é bastante importante no ENEM, já que seu pensamento crítico está sendo analisado pelos avaliadores, por isso pense em fazer cursos online com certificados para você ter garantia de que aquilo que está aprendendo tem um respaldo técnico que te ajudará nessa prova específica). Contudo, a partir do momento em que pensamos em como fazer uma boa redação oficial temos que ter em mente que aquele texto precisa ser impessoal.

A individualidade do sujeito que redige não deve transparecer. Isso não significa que a instituição pública por trás daquelas palavras não precise ter uma voz, pelo contrário. Somente no momento em que conseguimos deixar nossos traços pessoais de fora, é que permitimos que a voz institucional apareça. É sobre isso que o caráter de impessoalidade fala: você é alguém que está falando em nome de algo maior e não de suas crenças, por isso, em uma redação oficial, sua personalidade não deve transparecer para o leitor.

O uso da norma culta

Algumas pessoas tendem a achar que a norma culta são regras maçantes que não acarretam em nada e que a padronização que ela instaura faz com que percamos traços individuais da linguagem. Isso pode ser verdade quando discutimos assuntos como cultura e sociedade, em que percebemos o quanto a língua é viva e construída a cada momento pelas pessoas. Alguns cursos EAD sobre cultura podem te mostrar a veia desse assunto de maneira mais aprofundada. Entretanto, na redação oficial o uso da norma culta é essencial. A gramática é cheia de regras justamente para que elas sejam difundidas para todos, ou seja, construam um senso de entendimento ortográfico que as pessoas compartilham.

Já imaginou se um ato normativo fosse redigido com gírias, jargões ou bordões? O que seria das normas federais que precisam ser seguidas por todo o Brasil? Em um país continental como o nosso, com tanta riqueza de cultura e linguagem, não seria muito complicado se comunicar e passar informações públicas de uma maneira que fosse compreendida em todos os cantos? A administração pública chega para indivíduos diversos e é impossível saber o pano de fundo dessas pessoas. É nesse cenário que vemos a importância da norma culta. Sua padronização permite que o que está sendo tenha o mínimo de brechas possível para dúvidas.

Clareza e concisão

Não existe quase nada mais frustrante do que pegar um texto em que o autor não parece ter certeza do que quer dizer. Muitas vezes isso pode acarretar em uma redação prolixa, ou seja, quando falamos muito e dizemos muito pouco. Veja por exemplo esse nosso texto: antes de tudo fizemos uma introdução sobre comunicação e redação, depois falamos sobre os tipos de textos como caminho para entrar na discussão da redação oficial e agora estamos nos aprofundando mais no assunto para então te mostrar o que você precisa esperar aprender em um curso online de redação oficial. Está tudo estruturado para que você saiba o que irá encontrar em cada tópico. Isso é clareza textual.

Em um ato normativo não pode haver uma escrita duvidosa, tortuosa, daquelas que começam sem uma ideia principal e acabam de repente. A especificidade da linguagem passa por essas duas características, já que a concisão também desempenha um grande papel nisso tudo. Em um romance é muito gostoso quando temos um texto descritivo de um lugar no meio da jornada do protagonista ou então quando sabemos o que ele está sentindo durante um diálogo qualquer. Esses detalhes enriquecem a história, mas, em contrapartida, também fazem com que ela se prolongue. Na redação oficial essa delonga não pode acontecer. Então se tiver dúvida de como começar uma redação oficial tenha já em mente: é preciso ser direto para que o leitor entenda sem dificuldades o que está sendo passado.

Os certificados do Centro de Estudos e Formação podem ser usados para:


Prova de Títulos em Concursos Públicos

Horas complementares para faculdades

Complemento de horas para cursos técnicos

Progressão de carreira em empresas

Turbinar seu currículo

Revolucionar sua vida profissional e acadêmica

Com o que um curso online de redação oficial pode contribuir

Cursos EAD são cada vez mais comuns e você deve sempre estar atento à ementa de cada um deles. Compare um com o outro na sua pesquisa, procure referências de outras pessoas, leia os materiais do portal que você se interessou e procura por cursos online com certificado, já que assim você tem um documento oficial que comprova a qualidade de todo aquele ensinamento. Abaixo listamos três aspectos que um curso online de redação oficial precisa te ensinar, além de tudo o que já falamos anteriormente.

Espere por modelos de textos: eles vão ser seus guias

Depois de entender o que é redação oficial podemos pensar: ok, entendido, mas por onde começar? Por isso é sempre bom ter modelos de textos oficiais para você ter uma base. Não é que você deve copiar esses modelos, mas sim se inspirar por eles e construir uma noção melhor de como fazer sua redação oficial. Quando não vemos exemplos, ficamos um pouco perdidos e acabamos por cometer mais erros do que se tivéssemos um guia como base.

Busque ensinamentos sobre relatórios e pareceres

Com a redação oficial você estará pronto para se comunicar da maneira ideal dentro do ambiente da administração pública. Contudo, há alguns documentos que são específicos, como os relatórios e os pareceres públicos. A elaboração desses dois também deve estar na sua cabeça quando procurar um curso online de redação oficial, já que é comum a criação de um ou outro no mercado de trabalho. Você não quer ser pego desprevenido após fazer o curso, certo? Não deixe margem para surpresas e busque esse ensinamento também.

Ter um manual faz toda a diferença e soluciona muitos problemas

Depois de tanta coisa nova aprendida, podemos ficar um pouco inseguros. Isso é normal de todo o processo de aprendizado, não precisa se desesperar. É por causa disso que ter um manual da redação oficial ao seu lado faz toda diferença. Ficou em dúvida sobre algum aspecto? Você terá um documento para te amparar nessas situações. Com o passar do tempo a ocorrência de consulta diminui, mas enquanto isso não acontece, o manual funciona como um ótimo porto seguro. Cursos à distância que fornecem isso passam na frente dos demais.

Gostou do nosso artigo sobre redação oficial? Está confortável para deixar sua redação pronta para sair do papel? Procure bem os cursos online sobre a área e escolha aquele que te ensine tudo o que falamos aqui. Aproveite para explorar o que o Centro de Estudos e Formação te oferece. Por apenas R$ 99,70 por ano você tem acesso a todos os cursos à distância do portal e pode se matricular em quantos quiser. Inscreva-se agoa! Se tiver alguma dúvida sobre redação oficial ou mesmo acerca de cursos EAD comente aqui neste artigo. Estaremos prontos para te ajudar.