Muita coisa mudou na área da administração nas últimas décadas e quem atua – estuda ou está começando a atuar - nesse campo tem o grande desafio de se manter atualizado para garantir seu espaço no mercado de trabalho.

Uma das mudanças mais importantes foi a de se ter um novo olhar sobre as pessoas que trabalham nas organizações – o que se pode ver, inclusive, pela nomenclatura utilizada para nomeá-los: empregados, funcionários até chegar em colaboradores.

Mas qual o motivo disso? Passou-se a perceber que o capital humano é o bem mais valioso de uma organização e que suas metas e resultados dependem de colaboradores motivados, capacitados e valorizados. Para isso, entrou em cena a gestão de pessoas, de forma resumida: a parte operacional que põe em prática as políticas normatizadas pelo departamento de recursos humanos. Há bastante para ver sobre o tema, principalmente um conceito mais aprofundado sobre o que é gestão de pessoas e outros tópicos relacionados que são tratados no curso gestão de pessoas do portal Centro de Estudos e Formação.

Acompanhe nosso artigo, conheça um pouco mais sobre nosso Curso Online Gestão de Pessoas por meio dos tópicos que abordaremos ao longo do texto e fique ligado nas dicas de cursos a distância relacionados a essa temática.

O que é gestão de pessoas e como impacta nas organizações

Gestão de pessoas é um conjunto de técnicas, práticas, métodos e habilidades que visam administrar os comportamentos e potencializar o capital humano nas organizações. Acontece pela capacitação, desenvolvimento e envolvimento dos colaboradores da organização, e seu principal papel é dar um contorno humanista a esses processos e à organização em si.

O impacto esperado nas organizações é de que ocorra uma gestão eficiente e que todos os processos levem ao sucesso nos resultados esperados. Isso depende de alguns fatores, como direcionar os comportamentos e potencializar o desempenho das pessoas que atuam nas organizações e que são o seu diferencial competitivo.

Curso de gestão de pessoas: modelo de gestão, competências e liderança

A gestão de pessoas também trabalha o padrão de comportamento dos colaboradores. Pense que os diferentes tipos de empresas e de negócios demandam colaboradores com um tipo de comportamento. Na prática: pessoas que atuam na área de saúde, por exemplo, têm que informar e confortar os cientes/pacientes, enquanto pessoas que trabalham em uma agência de viagem têm também que informar, mas de forma a convencer e persuadir e direcionar a uma venda.

A gestão holística de recursos humanos trouxe ao mundo corporativo a preocupação com o bem-estar dos colaboradores das organizações. Não que tenham deixado de visar lucro, sucesso e estabilidade no mercado e sim que, enquanto buscam alcançar seus objetivos resultados, o seu capital humano deve estar motivado e satisfeito com o seu trabalho.

À relação da demanda da empresa com o padrão de comportamento passou-se a dar o nome de “competências”. As competências nos levam a outro ponto tratado em nosso curso online: o modelo de gestão de pessoas.

Competências

Toda organização tem suas próprias competências, chamadas competências organizacionais e tem as competências das pessoas, específicas de cada uma, que são as competências humanas. Nesse contexto entra o modelo de gestão de pessoas, que é responsável por estabelecer o equilíbrio entre as competências organizacionais e as competências humanas. Vamos clarear um pouco isso usando exemplos?

Imagine uma empresa conhecida por suas competências de inovação em tecnologia e pense em que tipo de competência humana ela demanda. Pró-atividade, curiosidade e criatividade são exemplos de competências que essa empresa espera de seus colaboradores.

Modelos de gestão de pessoas (MGP)

É claro que não é possível criar competências ou comportamentos em alguém. O que se pode fazer é estimular as pessoas direcionando suas competências aos objetivos da empresa.

O modelo de gestão de pessoas com abordagem no indivíduo

Pode interferir promovendo:

  • Competências: saber fazer. Há um acrônimo usado aqui, o CHA (conhecimento, habilidades e atitudes). O conhecimento é relativo aos saberes – o colaborador domina um determinado conhecimento que gera valor tanto para a empresa quanto para ele mesmo.

  • Motivação: querer fazer. Uma organização pode ter em sua equipe alguém com muito conhecimento mas que não aplica o que sabe, não se esforça para potencializar os seus saberes. O que falta a esse colaborador? Motivação, algo que diga a ele que vale a pena a dedicação, seu tempo e seu trabalho.

  • Oportunidades: condições para fazer. Diretamente ligado ao item anterior,  significa que os colaboradores sabem o que fazer, querem fazer e para isso precisam das condições necessárias, como ferramentas, meios e recursos, que lhe permitam realizar a tarefa que lhe foi dada.

Modelo de gestão de pessoas com abordagem no grupo

Exige organização, capacidades e atitudes coletivas. Veja como ocorre e o que promove:

  • Organização: os grupos precisam ter cargos estruturados e bem definidos e cada um deve saber até onde vai a ação do outro. Promove a boa interação e faz com que os indivíduos trabalhem bem juntos.

  • Capacidades coletivas: passa a ideia de que vários indivíduos trabalhando juntos não promovem a soma de competências, e sim uma sinergia, que gera a competência de grupo.

  • Atitudes coletivas: os colaboradores trabalham como equipe e desenvolvem sentimentos de confiança, comprometimento e respeito, por exemplo, resultando em um ótimo comportamento de grupo e resultados de desempenho coletivo.

Liderança

Trabalhar com gestão de pessoas requer uma característica bem definida: a de líder. Um curso de gestão de pessoas abordará fortemente esse aspecto e um curso de liderança qualificará profissionais e interessados em se destacar na administração de recursos humanos.

Liderar significa comandar. Mas em gestões modernas, o termo “coordenar” é mais utilizado e melhor descreve a função do líder. Essa figura precisa ter características bem específicas, como visão sistêmica e visão estratégica da empresa – ou do setor sob sua coordenação e ter claro o conceito sobre o que é gestão de pessoas, pois ele é quem será o exemplo a ser seguido.

O líder é a pessoa que encara os desafios e motiva a sua equipe a vencê-los. Entre suas competências também devem estar listadas a facilidade em lidar com a diversidade em um mesmo ambiente organizacional e saber administrar conflitos, citando algumas.

Nosso portal tem um excelente curso de liderança que trabalha as tendências e os desafios do mundo corporativo e prepara o cursista para se destacar no mercado de trabalho. Trata-se de um curso online voltado a destacar o perfil do líder moderno e o qualifica para enfrentar os desafios desse mercado.

Lembre-se de uma coisa: cursos online com certificado lhe proporcionam o aporte necessário para se destacar no mundo corporativo, que valoriza bastante quem investe no aprendizado contínuo.

Curso gestão de pessoas

Os pilares da gestão de pessoas

O tópico anterior mostrou que a gestão de pessoas não é direcionada somente ao bem-estar e a satisfação dos colaboradores, e sim, direcionada a criar uma estratégia que envolva toda a organização. Para isso, se baseia em 5 aspectos que são seus principais pilares:

  1. Motivação

Essa é a principal sustentação da gestão de pessoal. Qualquer organização depende de colaboradores comprometidos e motivados. Sabe-se que não ter motivação faz com que o trabalhador renda menos do que se espera dele e, principalmente, do que ele é capaz.

Cabe ao departamento de recursos humanos entender o que motiva a sua equipe e o que pode atrair profissionais a fazer parte dela, em casos de recrutamento. A motivação pode vir de:

  • Incentivos financeiros (bônus, prêmios e altos salários);

  • Um plano de carreira sólido e um bom plano de cargos e salários, em que os colaboradores sejam valorizados e a organização se preocupe com o seu desenvolvimento;

  • Um ambiente de trabalho confortável. Pensar no tempo que os funcionários passam na empresa (um terço do seu dia), de que forma o ambiente de trabalho pode acolhê-los e fazer com que sintam confortáveis e à vontade, sem muitas regras rígidas.

Vimos anteriormente o papel do líder na gestão de pessoas e o quanto é importante ele manter sua equipe motivada, engajada e produtiva. Veja algumas ações que ajudam com isso:

  • Fazer o colaborador sentir que é parte importante da organização: delegar-lhe responsabilidades, estimulá-lo a dar ideias, dando feedback sobre suas ações;

  • Dar-lhes segurança – em casos de mudanças, por exemplo, mostrar-lhes as oportunidades que virão e mostrar que está junto com eles, em busca de resultados favoráveis e, mesmo em pequenas vitórias, celebrar o que se conquistou – isso ajuda também a fortalecer a equipe para os próximos desafios.

  1. Comunicação

A comunicação é importante em cada departamento de uma organização, e não seria diferente com a gestão de pessoas. A boa comunicação é essencial sempre, mas deve ser de forma integrada, quebrando, inclusive, barreiras hierárquicas, promovendo assim o diálogo entre toda a organização e não somente entre colaboradores de um mesmo setor, por exemplo.

A comunicação efetiva deve ter direcionamentos que a priorizem, como um tempo máximo para que e-mails sejam respondidos ou ligações retornadas, agilizando o processo e garantindo o bom andamento dos trabalhos. Outra prática que pode ser adotada é a de evitar gargalos, exemplo: em trabalhos em equipes, o colaborador X passa sua mensagem ao gerente do projeto e este a passa para o colaborador Y. Se deixar que ambos os colaboradores possam ter contato direto, tudo funcionará de forma mais simples e ágil.

Esse tema é tão importante nas organizações que há a gestão da comunicação, que trata de todas as técnicas que podem ser utilizadas para uma comunicação eficiente. Cursos online trazem essa temática e auxiliam quem precisa aprimorar conhecimentos e saber fazer uso das ferramentas que a gestão de comunicação disponibiliza.

  1. Trabalho em equipe

No tópico do modelo de gestão de pessoas, vimos que uma das abordagens é no trabalho em grupo. Como a empresa tem um objetivo comum a todos, fica fora de contexto cada setor ou equipe ter os seus próprios objetivos sem que tenha ligação com os demais. Portanto, promover o trabalho em equipe resulta:

  • Na interação em busca de objetivos de cada equipe ou setor resultando no alcance do objetivo maior;

  • Na motivação dos colaboradores, pois eles se sentem parte do time e que são relevantes dentro do ambiente organizacional;

  • No cultivo de relações de confiança, integração e bom entrosamento.

  1. Competência e conhecimento

Dizer que é preciso que os colaboradores possuam conhecimento e competência para executar suas tarefas é algo como “chover no molhado”, como se costuma dizer. Mas, por incrível que pareça, às vezes os profissionais não estão alocados no lugar certo. Esse é um processo que deve começar com a divulgação das vagas, no recrutamento e na seleção. E, após as contratações, adotar sistemas de avaliação de desempenho. Essa avaliação, na verdade, não serve somente para quem entrou recentemente na empresa, serve para todos e deve ser feita periodicamente.

  1. Treinamento e desenvolvimento

Tudo muda o tempo todo e as empresas, assim como seus funcionários, não querem parar no tempo. Buscar desenvolvimento e promover treinamento devem ser ações contínuas nas organizações e a gestão de pessoas deve fazer isso se tornar realidade.

Os próprios colaboradores podem direcionar os treinamentos. A empresa pode pesquisar em que eles têm vontade de se aprimorar ou de aprender e também pode identificar baseada nos resultados de desempenho. Nesse cenário, cursos a distância são instrumentos altamente indicados, uma vez que os colaboradores podem estudar diretamente do local de trabalho ou até mesmo de casa. E além de serem totalmente adaptáveis aos horários dos funcionários, cursos online se destacam pela diversidade de temas, se tornando a opção perfeita para a qualificação contínua.

O treinamento e desenvolvimento contínuo deve se estender também aos gestores. Nosso Curso Online Gestão de Pessoas, por exemplo, é um bom exemplo de atualização, pois sempre há o que aprender ou atualizar. Outro exemplo é um curso de liderança, que além de atualizar quem já é gestor, pode qualificar quem quer subir um degrau na carreira. Lembrando que o curso gestão de pessoas abrange profissionais de áreas mais diversas e que auxilia no diálogo deles com os diversos tipos de colaboradores.

Demos esses exemplos, mas há uma variedade de cursos online com certificado que atendem as necessidades dos colaboradores, das organizações e de qualquer pessoa que queira se inteirar sobre o tema gestão de pessoas.

Os certificados do Centro de Estudos e Formação podem ser usados para:


Prova de Títulos em Concursos Públicos

Horas complementares para faculdades

Complemento de horas para cursos técnicos

Progressão de carreira em empresas

Turbinar seu currículo

Revolucionar sua vida profissional e acadêmica

Planilha de pesquisa de clima organizacional

Qualquer problema em um desses cinco pilares da gestão de pessoas pode ser identificado pela empresa de forma eficiente, pois há um instrumento de gestão chamado “pesquisa de clima organizacional”, que analisa o ambiente interno das organizações.

A pesquisa, além de identificar problemas, cria um canal de comunicação com os colaboradores e consegue identificar também os seus anseios, aspectos positivos e negativos. Serve também para que os gestores e a empresa descubram o que têm feito certo. Além disso, mexe com a motivação dos funcionários, pois significa que seus empregadores os estão ouvindo.

Gestão de Pessoas e outros cursos online do Centro de Estudos e Formação

Com o que explanamos até aqui, você já teve uma boa ideia sobre o que é gestão de pessoas e por que é importante em qualquer tipo de organização. Todos os tópicos que abordamos são aprofundados em nosso Curso Online Gestão de Pessoas e também são parte de outros cursos a distância do portal relacionados a essa temática.

Se nosso artigo despertou seu interesse e você quer se qualificar fazendo esse curso online, inscreva-se no portal e comece já. Mas já vamos avisando que as vantagens de você se juntar aos mais de 120 mil alunos que já atestaram a excelência de nossos cursos não param por aí. Ao se inscrever no portal, você paga uma taxa única de R$ 99,70 que lhe dá acesso a todos os cursos online do Pacote Master por um ano inteiro. Isso mesmo, você pode fazer quantos cursos quiser, e não tem mensalidades.

Outra vantagem que o melhor portal de ensino a distância do país oferece é a qualidade do material para estudo. Nossos cursos online com certificado são elaborados por um departamento pedagógico exclusivo e são constantemente atualizados, portanto, sendo parte de nosso time, você estará sempre preparado para o mercado e um passo à frente da concorrência.

Gostou do nosso artigo? Comente e compartilhe com seus colegas e amigos. Até breve!